Os sete textos que eu mais gostei de escrever

sábado, outubro 31, 2015

Eu vi essa "tag" primeiro no blog da Mari e depois em muitos outros e gostei muito logo de cara. Como o Café tem uns três anos, os meus textos favoritos são os que estão logo no começo do blog e quase ninguém leu, então eu resolvi trazer para vocês os pedacinhos mais bonitos de mim. O mais interessante para mim em reler coisas que escrevi há alguns anos atrás, é notar como eu oscilava no meu conceito de uma mesma pessoa, como minhas alterações de humor eram constantes e na mesma semana que punha em palavras longas declarações, me odiava por amar tanto.

Gostaria de por todos os textos antigos do blog aqui, juro (que inveja da minha eu do passado que escrevia toda aquela baboseira que hoje em dia eu gosto tanto). Mas como não dá, então, vamos aos sete - na ordem de foram escritos.



O texto é tão curtinho que se eu colocar um pedaço dele aqui, vai ser praticamente ele inteiro. Foi o segundo post do blog e eu tenho um carinho muito especial pelo mesmo. ♡



Eu definitivamente amo esse aqui. Qualquer semelhança com minha realidade não é mera coincidência. Foi escrito em um momento que muito me (nos) marcou e causa sentimentos intensos em mim.



"Acho que voltei ao meu velho e amado lirismo dissimulado. Escrevi um poema, afinal. Não que eu seja do tipo que escreve poemas, definitivamente não, mas todo mundo tem seus momentos, acredito."
Meu primeiro e único poema.

I need a light, I need you


Um dos textos meus que mais gosto, talvez porque acho essa imagem maravilhosa, talvez porque o texto é bom mesmo, vai saber.

Sinto muito por sentir demais


Confesso que foi uma tarefa árdua escolher um dentre totos textos melancólicos aqui do blog, e acredite, são muitos (confira-os aqui). No entanto, esse fora um dos mais intensos que já publiquei aqui (há ainda os dos blogs mais antigos e os que nunca saíram dos cadernos). Acho que tenho uma alma meio lúgubre, haha.



Se eu fizesse um top três (se bem que esse é um top 7, né?) esse aqui certamente estaria lá. Nem acredito que saiu de mim. Tenho um carinho especial demais por ele e tudo que o envolve.

Mesmo assim, você ainda escreve melhor do que eu


E por último, porém não menos importante, esse aqui que é bem recente (final de setembro), pouco depois que decidi me aventurar no mundo das crônicas.

Então, foi isso. Eu sou bem ruim escolhendo coisas favoritas - sinto-me renegando meus filhotes -, alguns que amo muito ficaram de fora por questões de prioridades (ou uni-duni-tê). Não sabia se devia colocar um trecho de cada ou não colocar as fotos, ah, ninguém nunca me contou as regras, então fiz assim.
Espero mesmo que gostem. Mil beijos!

You Might Also Like

12 comentários

  1. Acho que meus favoritos foi o primeiro e o último. ♥
    Mas passaria o resto da tarde lendo teus textos.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ia trechos são lindos, não sei de onde btiras tanta inspiração e ainda escreve tão bem.
    Adoro seus textos. ❤

    ResponderExcluir
  3. Os três últimos são meus favoritos seus também ♥ Os outros não conhecia, mas adorei lê-los.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, tu é um amor mesmo ❤ Muito obrigada pelo carinho, moça!!

      Excluir
  4. Amo esse tipo de post e amo seus textos que sempre são lindos. Os 3 primeiros ainda não tinha lido, o meu favorito de todos é o último, até decorei uma frase, hahaha, "você queria uma puta história de amor, como se a nossa não fosse o bastante para inspirar uns três livros do Nicholas Sparks" <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu é uma linda mesmo, mil obrigadas ❤ Fico feliz demais que tenha lido e gostado *---* sério. Amo teus comentários e fico felizona quando vejo que você comentou!! Adoro esse texto também haha, um dos meus xodós, obrigada de novo ❤❤

      Excluir
  5. Moça, você arrasa *-* adoro seus textos

    ResponderExcluir
  6. Adorei tudo por aqui, parabéns por esse olhar tão poético.

    Gaby
    http://misslennox.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir