Por: Rebeca Maynart | 2 Comentário(s)

Você sabe que eu não posso mentir

quinta-feira, março 02, 2017
Imagem retirada do WeHeartIt
Você é imprevisível. Um código criptografado, se quer saber. Eu tento te ler como todas as pessoas que já conheci, analiso teus olhares e escuto atenta tuas palavras, contudo, tuas linhas são tortas e teus rabiscos indecifráveis. Vejo apenas o que você me deixa ver. Ou, quem sabe, eu permiti envolver-me por tamanha intensidade e pelo menos uma vez, não ter o controle de tudo.

Seu espelho é borrado, embora você ainda não tenha dado-se conta. Não percebe, não se percebe. Não acredita também quando eu falo: "Você é bonito", "sua alma é bonita", "você tem um potencial incrível", "olha esse talento!". E isso é uma droga, afinal, esse teu hobby de discordar de tudo o que eu acho sensacional em ti.

Eu queria que você entendesse certas coisas que nem eu entendo, coisas que eu não consigo dizer também. Questões que a gente só aprende sozinho e somente se quisermos. Eu queria que você se visse como eu te vejo.

2 comentários:

  1. Ahh Beca Beca Beca, que texto amor. Nao sei como você consegue, mas enquanto lia, primeiro eu me vi e depois eu me lembrei de um alguém do passado. Num mesmo texto e num mesmo sentido. Vir aqui te ler é sempre uma surpresa boa e sempre tem um texto que mexe contigo. Sou tua fã. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é demais, amiga. Muito obrigada <3
      Sou tua fã também haha, sentimento recíproco.
      Mil beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.