Por: Rebeca Maynart | 0 Comentário(s)

Agora não

terça-feira, abril 07, 2015
Eu tento escrever e entender o que é isso, mas de certo modo, eu não quero ou não consigo. Você já sentiu como se estivesse se perdendo? Aos poucos não soubesse mais quem você é, agindo como se o corpo fosse de outra pessoa e a mente estivesse apenas afundada no esquecimento do que é viver? Certamente dramático demais, é como eu me sinto, entretanto. Essa maldita mania de sempre ser emotiva além da conta, de qualquer modo, apenas nessas horas consigo escrever, expressar alguma coisa, mesmo que de forma patética e dissimulada.

Ta tudo arrastando-se, de forma lenta e vagarosa, fugindo para longe de mim, o mais distante possível. Não vai sobrar nada, apenas eu e uma cortina de fumaça, quando tudo se for, porque eu mandei embora sem perceber. Meu ânimo se esvai a cada pensamento, como se nada houvesse de positivo. E talvez não haja. Não para mim, não agora.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.