Por: Rebeca Maynart

Kênnia Christyellen

sábado, março 04, 2017
Kênnia Christyellen Arnaud, tem dezoito anos e é estudante de letras. Escreve por excesso de ideias e pensamentos. Um fluxo constante de consciência habita dentro dela. É apaixonada por cinema, mas o seu coração tem predominância dentro da literatura. Usa as palavras quando a voz já não é o suficiente. É uma menina bastante deslocada da realidade e acha que nasceu na época errada. Poderia facilmente trocar o mundo moderno por uma casa de campo num vilarejo tranquilo do século passado. 


Gosta de mistério e nutre imenso interesso pelo oculto. Segue a espiritualidade e acredita no carma, no poder cosmológico do universo e na magia do destino. Romântica incurável, considera "O morro dos ventos uivantes" a maior obra de romance já escrita até os dias de hoje. O sol é belo, mas percebeu que a lua a atrai muito mais. Prefere a noite, embora admire a beleza matinal. 

Entre um balancê na balada e uma noite agradável no barzinho com os amigos, vai preferir o calor de uma conversa agradável regada a vinho e olhares ao lado de um amante. Entre o uísque e a tequila, prefere não dispensar uma boa cerveja. Entre as flores e os bombons de chocolate, prefere uma carta romântica e uma madrugada à toa na cama. É doce, mas prefere se demonstrar amarga. Por dentro chora, mas por fora resiste. É leve, mas sustenta um humor ácido e sarcástico. É tímida, mas para quem não a conhece, vai soar destemida. É insegura, mas se esconde dos medos com uma naturalidade determinada. 

Você encontrará uma infinidade de emoções paradoxais e complexas em seus textos, pois um pedaço de sua alma estará sempre presente nos escritos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.