Por: Rebeca Maynart | 11 Comentário(s)

Por que você não me pediu para ficar?


Eu odeio você por ter ficado bem mais gato depois que a gente terminou. Eu odeio você porque eu não te conheço mais, ao passo que, mesmo com todas as mudanças e loucuras cometidas, eu continuo a mesma. Eu odeio você porque eu passo o mês te evitando, no entanto, inevitavelmente, em algum momento sou dominada por uma força incontrolável que me faz: espiar teus perfis (sofrendo silenciosamente pela boca que não é mais minha e pela pessoa que eu amei já não existir mais), mandar mensagem perguntando falsamente despretensiosa como você vai e retornar a esse ciclo que eu criei que é seguido de "fugir e te evitar novamente quando percebo a besteira que estou metida".

Mesmo sabendo que um dia você vai cansar desse padrão e dolorosamente cortar de vez os fios que ainda nos ligam um ao outro.

Eu nunca vou entender como a gente simplesmente acabou. Embora persista a sensação de que em algum momento, agora ou em quinze anos, vamos nos reencontrar, mais maduros e conscientes, e fazer isso da forma correta: Amar.

É que às vezes dói tanto ficar longe de você (quando eu não estou te odiando). Odiando por você ter esse cheiro tão bom e um beijo tão gostoso. Odiando por você não sentir mais o que eu ainda sinto e também por sair flertando com todas as garotas que encontra por aí. Odiando por me deixar escapar todas as vezes que eu saio correndo por não entender em que vírgula estamos: exclamações. reticências... Tudo menos ponto final. 

Quiçá eu tivesse ficado dessa última vez, as coisas pudessem ter sido diferentes. Contudo, estar perto de ti é como jogar sal nas minhas feridas e comer chocolate ao mesmo tempo. E eu não resisti ao impulso de te odiar por não ser mais meu.

Só que, você sabe...
Eu não te odeio, só sinto sua falta.

11 comentários:

  1. Aaai que texto lindo!! Senti cada pedacinho dele, até como se eu tivesse escrito. É aquele sentimento controverso de "some da minha frente mas volta já aqui". Tu quer e não quer, e quando a pessoa vai embora... daí fica complicado lidar.

    Saudades <3 Agora vou voltar a ser mais presente por aqui!

    Beijos, Mari.


    www.letrasnagaveta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, que saudade que eu senti de você aqui!!

      É difícil mesmo de lidar, mas a gente respira fundo e segue a estrada rs.

      Obrigada pelo carinho!!! <3 <3

      Mil beijos

      Excluir
  2. Às vezes o melhor é ir embora, mesmo quando a gente quer ficar, são sentimentos confusos e controversos, que não dá pra explicar e nem o coração consegue entender.

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim mesmo, uma confusão interna sem tamanho.
      Obrigada pelo carinho, mil beijos!

      Excluir
  3. Oi Rebeca, espero que o quanto antes esse sentimento seja substituido por uma boa lembranca, sem a necessidade de se torturar silenciosamente a cada tentativa de contato. Espero que em breve, a vida te surpreenda com algo/alguem tao bom que vai virar teu mundo de cabeca pra baixo e te fazer sentir no topo do mundo. Mas tambem espero que, se depois que o tempo passar, voce continuar percebendo que nao consegue seguir em frente, voce possa abertamente contar para ele assim voce decide se fecha ou continua o capitulo. Mas na verdade, na verdade meeeeesmo, espero e que voce continue fazendo textos incriveis assim, porque eu acabei de chegar ao seu blog e ja estou apaixonada pela tua escrita! :-) Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA que comentário lindo. Muito obrigada pelo carinho, mesmo!
      É isso mesmo que eu tenho que fazer, o primeiro passo é decidir se fecho ou continuo o capítulo. E então me permitir seguir o coração e todos os caminhos que a vida me permitir. Obrigada pelos conselhos e por desejar todas essas coisas boas <3
      Mil beijos!!! E volte sempre s2

      Excluir
  4. AAAA olha aqui a vibe de Outono Passado!

    O que dizer sobre esse ciclo vicioso de ''te odeio/não quero te ver ou saber de você/te stalkeio nas redes sociais/te amo/some daqui'' tão familiar e que desconsidero pacas?

    Nesse a gente se perde na confusão e contradição própria em via do sentimento que já é confuso por si só. É confuso ou a gente que confunde ele propositalmente?

    O amor também é sobre saber o fim e seguir em frente, mesmo que o sentimento exista. Saber reconhecer faz parte. A falta fica ali como companhia fantasma. Assombra vez ou outra, mas também conforta (?) de um jeito estranho.

    Você é sensacional <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAA o outono <3

      Esse ciclo que você definiu tão bem e que desconsideramos igualmente... (amei o jogo de palavras).

      Já que me perguntou, puxo o gancho para sua outra pergunta e eu não deixaria de viajar além da sensatez se pudesse também. (sobre o que escreveríamos, afinal?)

      "A falta fica ali como companhia fantasma. Assombra vez ou outra, mas também conforta (?) de um jeito estranho." aaaaaaaaa
      Sim, um misto dos dois. Estranho, mas familiar, a gente só tem que saber lidar com isso.

      Nós somos sensacionais.
      Obrigada por existir s2s2

      Excluir

Tecnologia do Blogger.