Por: Rebeca Maynart

Astronomia do amor

quinta-feira, maio 11, 2017

Somos pó de estrela, fragmentos de constelações. Dentro de mim uma galáxia que consiste de estrelas, remanescentes de estrelas, um meio interestelar de gás e poeira e uma infinidade de partículas suas, pois explodimos juntos num evento astronômico: supernovas, e toda nossa matéria escura dilui-se no brilho do nosso fenômeno galático. 

Nosso silêncio é um alvoroço de palavras que não precisam ser ditas, segredos do nosso universo observável. E entre nós não há espaço vazio, cada nanômetro é preenchido por matéria sentida (já que sentimos tanto quanto existimos, quase que uma condição existencial).

Seu corpo celeste seduz minha essência como a Terra provoca a Lua com seu poder gravitacional. É cientificamente comprovado que nossos astros formam uma conexão perfeita, mutuamente celestial. E não há nada mais que meus elétrons e prótons possam pedir, juntos somos equilíbrio, eu e você, infinitos

6 comentários:

  1. Aii, morri com esse textinho <3 Amei o jogo de palavras e todo o sentimento carregado por elas! Esse texto ficou tão tu! Um amorzinho Beca, como sempre!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Teus textinhos são de tirar o fôlego e fazer suspirar ♥ Só isso mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho que admitir que já vim nesse post umas 5 vezes antes de comentar e ficava só com ele aberto sentindo a energia dessas palavras e dessa imagem.

    Farb, você é foda ♥

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.