Baú na Estrada: Wrong side of heaven and the righteous side of hell

quinta-feira, julho 28, 2016


Eu sou inapta a amar porque ser amada não foi algo que me ensinaram. Meu corpo é um robô programado no automático, minha alma é incapaz de sentir. A casa está arrumada e, no entanto, eu não vejo nada no lugar. Meu coração parou de bater há algum tempo, eu morri e ninguém percebeu. 

Assisto os dias passarem como telespectadora da minha própria vida. Figurante da minha história. Um navio repleto de rachaduras que quase não suportam a pressão do mar, prestes a afundar, e não há nada que possa ser feito para impedir. Porque eu não pertenço a lugar algum e a cada dia partem-se os fios que me prendem aqui.

Como naqueles pesadelos em que você não consegue correr, tampouco acordar, sou inábil a gritar. Eu sussurro, deixo pistas, olhe para mim, estão por toda a parte. Acontece que agora não importa mais. Eu não me importo mais. Passou. Não dói. Não faz feliz. Só existe. Existo.

✎ Esse post faz parte do projeto "Baú na Estrada" em parceria com o John, do Baú de Canto, no qual postaremos em quartas alternadas um texto de acordo com tema sugerido um para o outro (desculpem o atraso). O texto dele dessa semana você pode ler clicando aqui!

You Might Also Like

18 comentários

  1. MEU DEUS!!!!
    Como expressar o sentimento depois de ler esse texto? Sinto que me faltam palavras pra expressar o quanto sinto em cada escrito seu.
    ''Como naqueles pesadelos em que você não consegue correr, tampouco acordar, sou inábil a gritar.''. É isso, Beca. É isso!!
    Tá foda demais o seu texto. Você é incrível ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADA PELO TEMA LINDO DESSA SEMANA!!!
      Conta demais para mim que você tenha gostado, muito obrigada, John ♥♥
      Mil beijos

      Excluir
  2. Nunca irei cansar de dizer o quanto amo esse turbilhão de melancolia que você carrega e enterra nas palavras Beca.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, linda ♥ Muito obrigada, Mila.
      Mil beijos

      Excluir
  3. Amei, mulher ♥ Acho que me identifiquei até demais com teu texto. Tá incrível. Aliás, amei a ideia da parceria também, vou lá ler o do moço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Ke ♥
      Se identificou? Fico preocupada toda vez que alguém me diz isso rs Espero que tudo fique bem por aí ♥
      E o Johnny é incrível, tenho certeza de que vai gostar também!
      Mil beijos

      Excluir
  4. Olá Rebeca,
    eu estou passando por um momento tão difícil na minha vida que eu me vi em algumas linhas desse texto. Sabe, eu por muitas vezes me senti como figurante da minha própria vida, só que por causa de decisões que deixei de tomar pelos outros, coisas que me amedrontaram por decepcionar os que eu amo, os que me amam.

    Creio que seja importante acordar e sair desse estado. Não podemos permanecer assim, sem amar, sem lutar para sair desse sentimento. Enquanto eu crio forças para lutar, eu sei que um dia tudo vai mudar. Quando eu quiser que assim seja e me libertar de tudo.

    Beijos, linda escrita. Parabéns pelo projeto, eu conheço o trabalho do Johnny, ele é incrível assim como você.

    Blog Senhorita Deise

    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá moça,
      Sempre me preocupa quando alguém diz que se identificou com o que escrevo, visto que é tão melancólico e pesado.

      Obrigada por isso, pelas palavras. De verdade, estava precisando. Espero que você saia dessa ainda mais forte, não sei o que está passando agora, mas vai melhorar. Não esquece disso.

      Fica bem e muito obrigada mesmo pelo carinho!

      Mil beijos ♥

      Excluir
  5. Aaaai que texto incrível ❤ Tá lindo demais, mulher. Carregado de sentimento. Ficou realmente foda, parabéns <3 Acabei de ler o do Johnny e ficou incrível, amei a combinação de vocês. Sintonia!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindaaa ♥ Muito obrigada!!! Fico feliz que tenha gostado *-*
      O Johnny é demais né haha ♥
      Mil beijos

      Excluir
  6. Amei! Senti como se fosse algo da minha vida em alguma dessas linhas. Muito bom o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, moça.
      Espero que não tenha se identificado tanto, é muito triste ): E que fique tudo bem!
      Mil beijos

      Excluir
  7. Gostei imenso!! Excelente post :)

    http://oliviawolfgang.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. A vida anda muito difícil e amar parece ser arriscado demais, então muitas vezes a gente coloca no piloto automático e vai vivendo. Já passei muito por isso de ver os dias passarem, a minha vida em si passar como se eu não fizesse parte da história. É muito ruim essa sensação de não poder fazer nada. Esse texto mexeu seriamente comigo! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, viver no piloto automático é muito tétrico. A sensação de não poder fazer nada machuca mesmo :/
      Espero que esteja bem melhor agora, moça.
      Obrigada pelo carinho <3
      Mil beijos

      Excluir
  9. Despersonalização é fogo. Ainda bem que não tenho disso faz tempo. Se for o que está acontecendo contigo agora, espero que tu fique bem.

    Beijinhos.
    http://oohmry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Maria. s2
      É fogo mesmo, mas passa. Eu espero rs
      Mil beijos, estava com saudade.

      Excluir