Por: Rebeca Maynart | 10 Comentário(s)

Da série: Revirando os rascunhos

segunda-feira, março 28, 2016

Eu sinto falta do interesse, do seu interesse. Por mim, pelas minhas conquistas e derrotas, da sua saudade aguardando ansiosamente pelo fim de semana para me ver. Do seu olhar cintilando ao me fitar, seja com os cabelos especialmente arrumados ou o meu eu natural numa manhã de sábado em que relutávamos para levantar da cama. Você cospe as palavras asperamente quando contradito e talvez eu faça o mesmo, mas não percebe que eu só queria que você se interessasse. Apesar do desentendimento eu ainda me preocupo, na verdade, eu sempre me preocupo, porque você é importante. O "nós" é importante.

E se qualquer dia a gente se encontrar na fila do supermercado e não se reconhecer mais? E se tivermos ido juntos, porém, seus olhos não conversarem mais com os meus? E se eventualmente sua rua não encontrar mais com a minha?

O som da sua risada parece agora uma melodia distante, tão preciosa que eu quase economizo para reproduzir apenas quando preciso dela na minha memória. Olheiras cansadas descansaram em meu colo na última vez que nos vimos, você está exausto, é isso. Não é como se eu estivesse fazendo tudo errado, não outra vez. Você percebe que me esforço? Ou será que isso também passa despercebido pela sua visão deprimida? Eu ainda não sei. Mas você sabe, eu também fico cansada.

10 comentários:

  1. Beca seus textos são tão maravilhosos!! Já passei por essa situação de desgaste e é tão triste ver algo que um dia foi tão importante simplesmente ficando pra trás, é de cortar o coração. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras, Mi!!! ❤❤
      Mil beijos

      Excluir
  2. O relacionamento acaba quando a gente para de se relacionar. O desgaste em certos casos é inevitável.
    Parabéns pelo texto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Completamente verdade, amiga. Obrigada ❤❤

      Excluir
  3. oinnnnnn <3 Teu texto me lembrou relacionamentos longos, onde em uma certa fase, nao existe mais a "urgencia" pelo outro sabe? Triste, mas verdadeiro. E tambem achei que deu pra sentir esse momento... parecia que era eu a mulher falando tudo isso para o meu homem! HAHAHAHAH Esse acaba sendo um daqueles textos pra guardar quando for rolar uma DR.. "E se teus olhos nao conversarem mais com os meus".. <3 Beeeeeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi exatamente isso que me inspirou, amiga. Haha, fico feliz que tenha te tocado de alguma forma.
      Muito obrigada pelo carinho ❤❤

      Excluir
  4. Lindo! Esses dias meu professor de lingua portuguesa pediu para que escrevêssemos um texto, sem nenhuma formatação e de tama livre. Travei completamente, aí me lembrei logo de você. hahahah.
    Seus textos são lindos, parece que são escritos com tanta facilidade.

    - Estou desenvolvendo um projeto lá no blog, da uma olhadinha depois. ♥ http://izcordeiro.blogspot.com.br/2016/04/projeto-amevoceassim.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah amiga, que amor.
      Muito obrigada.
      E vou dar uma olhada sim! ❤

      Excluir
  5. Beca, vem cá. Vamos tomar um café <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.