Por: Rebeca Maynart

Você me empurrou do avião

Você gritou, umas dez vezes: "se arrisca, porra!". Assim, na minha cara. Você queria que eu colocasse de lado toda minha disciplina e esse jeito meu de caminhar na linha. Como se você não tivesse sabido desde o começo que eu fora assim por toda a vida. Pegou meus medos e jogou no ventilador, destroços por toda parte. Você me despiu sem tirar minha roupa.


Foi por isso que eu ousei. Pela primeira vez na vida eu mergulhei de cabeça, meu único problema foi ter escolhido alguém tão raso. Nós viajamos de balão, acampamos no meio do nada, adotamos meu primeiro cachorro e nos beijamos debaixo da chuva. Estava tão ludibriado pelo seu perfume e toda sua coragem, sua vontade de me enfrentar, que sequer notara que seria apenas mais um dos seus desafios.

Cachos sedosos caídos sobre os ombros, sorriso encantador e aroma estonteante. Você era hipnotizante. E eu não passei de uma peça do seu xadrez azul. Você me mostrou um lado da vida que eu desconhecia. Forçou-me a sair da minha bolha e conhecer meus limites. Você me despedaçou e deu o fora daqui sem deixar manual de instrução para me livrar dos seus resquícios. Foi aí que eu descobri que não queria me desfazer deles.

Eu te odeio, contudo, só de vez em quando. Maior parte do tempo passo sentindo sua falta. Te catando por aí e evitando outros precipícios. Eu nunca senti medo ao seu lado e acho que isso era o que eu amava na sua estadia. Você quis minha cama e me desejou debaixo do cobertor, mas agora você levou seu travesseiro e arrancou meu paraquedas durante a queda.

14 comentários:

  1. Querida, você acabou de arrancar meu coração e esmaga-lo lentamente. Obrigada por isso!
    Beijos

    transbor-dando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é mesmo um amor, Nessa. Haha, muito obrigada pelo carinho.
      Beijos

      Excluir
  2. Oinnnnnn <3 que texto amor! Acho que o lance de organizar o tempo e mimimi do ultimo post passou ne? Porque voltasse com o gás tooodo! Adorei o texto Beca. E pela primeira vez eu fiz o que odeio que façam comigo: ignorar o eu lírico e considerar como se voce a tua vida. HAHAHAHAHA Entaaaaao, eu espero mesmo que seja um eu lírico ta. Quero teu teu amorziiinho continue aiii deixando o gato dele no meio de vcs! =) PS: voce ja andou de balão? HAHAHAHA Beeeeijos linda.

    http://www.verdadeescrita.com/eu-nao-tenho-mais-tempo-para-o-teu-recalque/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que tu gostoooou, Beca s2
      KKKKKKKK Passou sim, obrigada haha. Fico feliz pelo teu carinho. E fica tranquila, não passou de um eu-lírico aleatório da minha imaginação kk. Tudo bem, às vezes eu também fico muito instigada a saber haha.
      E nãaaao nunca andei de balão. Infelizmente ou felizmente, sei lá kkkk Eu morroooooooo de medo de altura, tenho medo até de passarela, imagina. Tenho vontade, mas o medo não deixa haha
      Mil beijos e muito obrigadaaaa s2

      Excluir
  3. Meu deus que texto é esse? Ela passa um tempo sem postar nada e quando volta é assim chegando destruindo tudo.
    Aquele texto que é tão certeiro que seu peito até parece alvo de artilharia.
    Obrigada por isso, minha sexta-feira pedia por algo assim.
    Beijo sua linda.♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhhhhh muito obrigada pelo carinho, Cami ♥ Que bom que tu gostou, sério haha.
      Fico feliz em ter deixado tua sexta mais bonita.
      Beijos sua linda ♥

      Excluir
  4. "Foi por isso que eu ousei. Pela primeira vez na vida eu mergulhei de cabeça, meu único problema foi ter escolhido alguém tão raso." Acho que um dos textos seus que eu mais me identifiquei moça ♥ Quase um tapa na cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai moça, fico feliz demais em saber disso. Muito obrigada pelo carinho!!! haha mil beijos

      Excluir
  5. Seus textos são tão impressionantes ♥ queria ter metade da sua criatividade.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você escreve maravilhosamente e admito que devo a sutileza da comicidade nas palavras a você, aprendi contigo haha. Obrigada amorzinho s2

      Excluir
  6. "Pela primeira vez na vida eu mergulhei de cabeça, meu único problema foi ter escolhido alguém tão raso." TÃO. REAL. Por que que a gente faz essas coisas, hein? Aí a gente carrega o trauma de ter dado com a cara no fundo (que é raso). :(

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem nunca se deparou com alguém assim né? Que sob as belas águas parecia esconder uma profundidade intensa e bonita, e acabamos, como você disse, dando de cara com o fundo (que é raso).
      Muito obrigada pelo carinho, Mry s2

      Excluir
  7. Parabéns!
    Excelente texto
    Tb amei essa parte:"Pela primeira vez na vida eu mergulhei de cabeça, meu único problema foi ter escolhido alguém tão raso." . Todo mundo já teve um alguém tão raso.
    Brocou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é o que não falta nas esquinas da vida. Muito obrigada pelo carinho s2 mil beijosss

      Excluir

Tecnologia do Blogger.