Por: Rebeca Maynart | 8 Comentário(s)

Que tal ser sincero?

sábado, agosto 22, 2015
Se tem a chance de mentir, revolucione dizendo a verdade!

Andei pensando sobre as mentiras. As grandes, as pequenas, as cotidianas, as para agradar, as para denegrir. São tantas as verdades camufladas em pequenos pedaços de caraminholas, servidas todos os dias à todos nós, o tempo todo. Sobre ficar um dia inteirinho sem mentir, "você conseguiria?" não é a pergunta correta, mas sim, você teria coragem? Para começar, qual foi a última mentira que você (se lembra que) contou?

Pense, quantas vezes alguém te perguntou "tudo bem?" e você teve vontade de dizer que não, mas respondeu que estava ótimo? (sei que você sabe do que estou falando). E aquela comida que você não gostou mas elogiou mesmo assim, porque sabia que era o certo a dizer? Ou quando fingiu estar doente para faltar escola? Até mesmo quando pregou uma peça num amigo e no fim das contas, riu com um "é brincadeira", não deixa de ter sido uma mentira. Eu não sei dar exemplos, mas espero que tenham entendido o meu ponto.

E as mentiras que são contadas a nós? As mentiras que nunca chegamos a descobrir? Mentiras grandes, fora do nosso controle, como as coisas feitas por baixo do tapete na administração do país, ou as coisas que somos levados a acreditar. Coisas que parecem tão verdade que é difícil contestar, coisas que nos são ensinadas, coisas que estão entranhadas na cultura. Por que a sinceridade (diferente de grosseria) parece algo tão inalcançável? Por que um dia para a mentira se elas são contadas o tempo todo?

A minha proposta é fazer isso uma vez por semana, passar vinte e quatro eternas e longas horas apenas dizendo a verdade, seja ela qual for (talvez eu me ferre, talvez eu desista). Convido você a tentar comigo (e me contar depois sobre sua experiência desesperadora), a dedicar um dia inteirinho para falar apenas aquilo que lhe for real.

Se te parece tão simples, o desafio está lançado. Em todo caso, boa sorte para nós.
Um grande beijo cafeinado!

8 comentários:

  1. Caraca que projeto genial e ao mesmo tempo desesperador (você usou a palavra certa).
    Quando pensamos em mentira temos em mente aquela que é grande, aquela que nos fere quando descobrimos, ou ás que o vizinho faz, mas nunca aquela que cometemos inocentemente ou até mesmo aquelas que fazemos com intenção.
    E sobre pequenas mentiras penso como você não deixam de ser mentiras, não existe essa história de mentirinha branca.
    Super amei a ideia, e estou nessa contigo (mesmo que a gente se ferre rs).
    A gente topa cada coisa besta nessa vida né? Porque não aceitar realmente um desafio grande.

    Há só queria te agradecer por suas palavras, de coração me fez um bem danado entrar no blog e me deparar com tanto carinho vindo de você, e como disse lá pode ter certeza que recebi as boas vibrações (e isso é a mais pura verdade rs). Obrigada!!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Desesperador mesmo, Cami. Pode perceber que quando perguntam "o que você mais odeia?" a maioria das pessoas responde "mentira", mas se esquecem das pequenas, cotidianas, despercebidas.
      Que bom que gostou!! Depois me conta como se saiu, hein???

      E não precisa agradecer, vocês desse universo são incríveis, estamos aqui para isso, uma apoiar a outra! Um beijo ♥

      Excluir
  2. Muuuuito bacana! Me peguei pensando sobre algo parecido ontem... Exatamente esse ponto sobre as mentiras que nos são contadas e jamais descobriremos. Até que ponto então pode-se confiar em alguém? Levo a vida tentando ser o mais sincero possível, fiel aos meus ideais e sentimentos. Mas essas mentirinhas existem no meu cotidiano sim, assim como no de todos nós. Gostei bastante da sua proposta. Acho que pode se tornar algo bastante desafiador se praticado numa sexta ou sábado a noite, por exemplo. Onde você sai pra uma festa ou pra um lugar onde conversa com muita gente. Digo isso pelo fato de existirem aquelas ''pequenas mentiras saudáveis'', as quais te permitirão prolongar mais um assunto, por exemplo.
    Tenho gostado bastante do propósito do seu blog e das coisas que você tem escrito aqui!

    http://baudecanto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tem aquela que não dá para evitar, até mesmo pelo bem do outro, para não magoar ou quem sabe lá os nossos motivos. Passar um dia inteiro sem mentir deve ser desesperador e eu tenho ctz que em algum momento falamos para nós mesmos "vai ser só essa porque eu preciso, mas só essa", mais de uma vez provavelmente. Mas vou dar meu melhor para seguir a risca e tentar ser delicada e quem sabe escapar de perguntas difíceis rs
      Muito obrigada pelo carinho, de verdade!! ♥♥ Um beijo

      Excluir
  3. Eu adorei a ideia, e é realmente bem complicado. Penso que o "estou bem" é a que mais conto, apesar de sempre lutar pela verdade explícita. Só que por vezes não há alguém em que você possa chegar e dizer "poxa, não, eu estou um caos". Agora escutar uma mentira sem saber da sua existência é a pior coisa do mundo. Espero que consiga seu objetivo, vou tentar cumpri-lo também ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a que todos nós mais dizemos, até pq é como vc diz, não dá para abrir nossos corações para qualquer um, né? Obrigada pelo apoio rs, boa sorte, moça! Um beijo ♥

      Excluir
  4. Fica sem menti e real complicado, as vezes no mentimos em coisas pequenas que nem reparamos. Mas achei a ideia genial.
    Eu tento ser a mais sinceras possível ja perdi amizades por isso, como posso dizer, eu sou daquelas pessoas que diz as coisas de forma direta eu nao gosto de dizer as coisas de forma suave, eu as digo como sao e ponto final. Mas que nao sou hipócrita de dizer que eu nao minto, eu minto a força sorriso educados para pessoas que eu odeio, entre outros coisinhas.
    Com carinho, Hina | Aishiteru em Contos |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente sempre tenta ser sincero, mas tem coisas que não dá para ser verdadeiro o tempo todo. Há coisas que precisamos esconder, né? Sinceridade significa vulnerabilidade. Obrigada pelo elogio ao projeto!
      Um beijo ♥

      Excluir

Tecnologia do Blogger.