Folhas de outono

quinta-feira, julho 31, 2014


Certamente, não é tão fácil escrever sobre alguém quanto eu me lembrava. Especialmente se você não o conhece tão bem a ponto de colocá-lo em suas palavras. Embora eu o conhecia, sim, tão intrinsecamente quanto nem ele mesmo o fazia. No entanto, como um ser nato dos chavões do universo, ele mudou, e então, juntou todos os motivos que lhe levaram isso com uma garrafa de Whisky barato. Do rosto de traços fortes, por vezes brota um sorriso desdenhado ou mesquinho, ainda que haja também as gargalhadas saudáveis; tais sons que ecoam dos tímpanos aos circuitos internos do cérebro causando sérios calafrios, desde suas palavras mal ditas, à sua ocasional indiferença.

You Might Also Like

0 comentários