Por: Rebeca Maynart

Hello, can you hear me?

Debaixo dos cobertores macios, pausei o seriado no notebook e peguei novamente o celular, na esperança de uma nova mensagem ou uma ligação que não chegaria. Fui na agenda e te liguei outra vez, como se não soubesse seu número de cor e salteado. Implorei mentalmente que ao menos essa fosse atendida. Mas não foi, assim como todas as outras centenas. 

A Califórnia nunca esteve tão quente e eu agradeci mentalmente o ar condicionado do quarto de hotel. Já faz tanto tempo e eu realmente achei que pudéssemos passar por isso, ou que eu pudesse te deixar para trás, no entanto, tudo que eu faço é te carregar comigo para todos os lados, porque não posso me desfazer. Nós éramos tão jovens e tão livres, como foi que o mundo se despedaçou nos nossos pés?

Nossas recordações dançam bem na ponta do meu nariz, em frente aos meus olhos. Como será que você está agora? Ainda na mesma cidadezinha no interior de São Paulo? Disquei seu número mais uma vez, eu preciso saber que você está bem. Preciso dizer o quanto me desculpo por tudo que aconteceu, por ter feito isso com você. Quanto egoísmo, eu sei, depois de todos esses anos querer despejar meus arrependimentos e te lembrar que no "nós" só cabe eu e você. Mas não importa. É claro que isso não mexe mais contigo.

— Alô. — Sua voz ecoou profundamente impaciente do outro lado da linha. Quem é que estava ligando tão incansavelmente há horas, afinal?

Meu coração precipitou de tal forma que foi como se tivesse parado e então voltado a bater com toda a força. Muda pelo que pareceu uma eternidade, desliguei e deixei rolarem as teimosas lágrimas. Desliguei porque eu não podia fazer isso com você. Desliguei porque não era justo. Desliguei porque eu sinto muito, mas você não. Porque há, entre nós, muitas diferenças e também milhares de quilômetros.

Texto inspirado na música "Hello" de Adele.

25 comentários:

  1. Excelente texto!
    Você escreve como quem brinca com as palavras e elas saltam e criam vida.
    I love this song...
    U R the best!

    ResponderExcluir
  2. Há, que texto, viu? ♥ Você sempre me surpreende com as palavras Beca, de uma forma muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fico feliz com isso, muito obrigada, moça ♥

      Excluir
  3. Eu to curtindo muito isso das suas inspirações pelas músicas.
    Muito bom! E dá pra gente se identificar, né? Quem nunca fez isso que atire a primeira pedra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que bom que você ta gostando, to amando fazer isso *-* haha ♥ acho que vou fazer até o fim de fevereiro, para conter o bloqueio auhsaus
      Dá sim, quem nunca teve aquela saudade forte e repassou tudo como um filme né? Algo como "onde foi que tudo se perdeu?".
      Muito obrigada, meu anjo ♥

      Excluir
  4. Aaah Rebeca! você é maravilhosa adoro teus textos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh você que é amor demais ♥♥ Muito obrigada, Nessa!

      Excluir
  5. ahaa, o texto ficou muito inspirado na música! pude até escutar como música de fundo enquanto lia hahaha
    a sensação que o texto passa é de identificação. quem nunca ficou num empasse entre fazer ou não uma coisa, com medo se o outro vai aceitar?

    sushibaiano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que bom ♥♥ rs
      Não é? Aquela dúvida e saudade que pega a gente de surpresa.
      Obrigada pelo carinho *-*

      Excluir
  6. Que lindo. Quem nunca esteve do lado de cá, não é mesmo? Mas eu acho que chega uma hora em que a gente tem que deixar de ser egoísta e parar de ligar. Porque a vida do outro segue, mesmo que a nossa não muito.

    http://www.dofundodomar.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, em algum momento o copo transborda e a gente se dá conta que temos que seguir em frente, por mais que isso signifique sofrer um pouco de saudade na hora, logo passa, o que não dá é ficar carregando fragmentos de alguém por aí.
      Obrigada pelo carinho ♥ Fico feliz que tenha gostado *-*

      Excluir
  7. Eu já amo esse música.. ai eu vi o título e vim "correndo" ver! AMEI! parabéns. Ficou taaaaao real. HAHAHAHAA nunca rolou um lance desses na minha vida de ligar pra um ex e tal, mas com certeza seria assim! Super parabéns Beca. Beeeeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amo essa música hauasha viciada nela *-*
      AAAI e muito obrigada, Beca ♥♥ Que bom que cê gostou!! Já rolou comigo de mandar wpp e dps desistir kkk, mas já aprendi a seguir.
      Mil beeeeeeijos ♥

      Excluir
  8. Acho que esse é um dos piores sentimentos existentes, o de que a gente fez tudo errado e deixou uma pessoa triste com isso. E a gente esquece que a pessoa segue em frente e continua se culpando. A gente precisa mesmo aprender a desculpar, tanto os outros quanto a nós mesmos.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamenteeee. E eu sei como é esse sentimento, é tão terrível machucar o outro, especialmente alguém que nunca nos fez algo ruim. Ai ai... Isso mesmo, se perdoar é a chave ♥ Obrigada pelo carinho *-*

      Beijinhos

      Excluir
  9. Aff, que texto lindoo *-* Tinha lido ele esses dias e acabei esquecendo de comentar, mas acabei de ler de novo e ♥♥
    Acho que já aconteceu com muita gente isso de querer ligar, querer mandar mensagem e falar tantas coisas... mas muitas vezes é melhor deixar quieto e deixar o outro seguir em frente. E seguir em frente também, por mais difícil que seja. Às vezes as palavras entaladas acabam não saindo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que amor ♥♥ Muitíssimo obrigada, Mari *-*
      Verdade, deixar para trás é essencial para a gente continuar a jornada, mil beijos!

      Excluir
  10. Já não basta a música ser linda, a senhorita tem que fazer um texto deixando tudo ainda melhor? Que saudade que eu tava de ler seus textos! Agora eu cheguei de viagem e vai ter que me aturar por aqui! hahaha ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que amor ♥♥ Muito obrigada, moça *-* Sempre bom te ver por aqui.

      Excluir
  11. Moça do céu que texto é esse? que palavras são essas? tão suaves e impactantes que me senti a protagonista, quem dera eu na Califórnia né? hehe não custa nada sonhar. Adorei seu blog, é o verdadeiro menos é mais, amei, muito aconchegante. Parabéns pelo texto, continue sempre escrevendo. Primeira vez aqui no blog, conheci ele através do Letras na Gaveta da linda da Mari, ganhou mais uma leitora, seguindo, beijaao :* <3

    - Ewilyn

    www.brblackdiamond.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh muito obrigada ♥♥ E bem vinda!
      Fico feliz que tenha gostado :3 Mil beijos ♥

      Excluir
  12. Beca, comentando de novo pra avisar que te indiquei pra uma tag lá no blog caso queira responder <3 Está aqui: http://www.letrasnagaveta.com/2016/02/tag-descobrindo-novos-blogs.html.
    Beijos =)

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.